Home » » Um passeio pela Holanda

Um passeio pela Holanda


Enquanto viajei a Europa, passei pela Alemanha (onde conheci Katja), mas, o lugar mesmo para onde eu adoraria ir era para Holanda, oras, pela fama de ter garotas em vitrines e poder fumar maconha livremente, é um paraiso, nao?

Acontece que a prostituição de menores, como andam por ai no mundo todo dizendo, é mentira. Lá as prostitutas só trabalham nessas casas especializadas (tipo Bordel mesmo), ou seja, voce nao encontra putas pelas ruas, como em tudo quanto é lugar do mundo. E claro, todas elas em vitrines, ficam la, bem iluminadas, bem protegidas e no quentinho, nada de Frio. Todas as garotas das vitrines tem 18 anos, é extritamente proibido menores de idade trabalharem como prostitutas. E claro, cafetões é algo punido severamente, é a mesma coisa de estrupador em todos os lugares do mundo.

Enfim, Holanda foi um dos grandes presentes que recebi durante as minhas viagens, fui até um destes Bordeis, e foi a coisa mais maravilhosa que ja fiz na vida, só garotas lindas, modelos, daquelas que aqui no Brasil ja estaria indo para o exterior fazer fotos valiozas. E o preço delas não era um absurdo. Quem me apresentou todas elas foi a propria gerente do local, afinal, ja conhecia a filha dela, que estudou comigo em outros carnavais. Conhecia como 'A' Madame, ela me apresentou desde as mais novinhas até as mais velhas no pedaço, inclusive, me apresentou a garota mais cobiçada das noites de Amsterdã, e em todo Distrito Vermelho, seu nome é Angel, e cá entre nós, um Anjo mesmo.

Uma doce garota, os seios dela eram bem pequenos, mas uma cintura de causar inveja a muitas garotas que malham o dia todo, não era gorda, muito menos bunduda como as mulheres frutas que todo mundo adora aqui no brasil, a garota era mesmo um anjo, olhos claros e cabelos louros lisos até as costas. É o tipo de garota que dá até medo de pegar e quebrar.
A garota usava uma mini saia de colegial, e apenas um sutiã de algodão, como qualquer outra garota usa. Ela tinha um sorriso angelical, cativante, adoravel. Dentes um pouco amarelados, causa de café ou cigarro, mas pelo jeito amentolado, aquela criatura divina nunca teria fumado na vida.

Aceitei dormir com ela, apesar da garota estar com a agenda lotada naquela noite, pedi A Madame que ela fosse minha pela noite toda. A Madame disse que nao era ela que resolvia por ali, afinal, cafetinagem é crime, ali se trata com a propria prostituta, ela aceita, se sim, voces vão, se não, procure outra.

Angel aceitou na boa, sabia que estaria prestes a ter uma otima noite comigo. Enquanto outras garotas dançavam nas vitrines, eram chamativas com pelas curvas, preferi apenas as poucas curtas daquela doce garota.

Entramos no quarto, tinha iluminação vermelha ou clara, escolhi a clara pra apreciar melhor aquela pele branca como a neve, a garota foi logo se sentando na cama, e abriu as pernas. Estava com uma calcinha cinza, de algodão tambem, me aproximei dela, e comecei a chupar os seus seios, colocando o sutiã para cima, sem tirar. A garota começou a gemer, e seus mamilos endureceram no mesmo instante.

Eu nunca fui fã de loiras, muito menos de chupar boceta de prostitutas. Mas com Angel, eu tive que abrir mão de duas das coisas que nunca aprecio. Cai de boca naquela xoxotinha perfumada, rosada e apenas com um bigodinho do hitler louro.
A chupei de todas as maneiras, com a lingua dentro e fora da xotinha, pra cima e pra baixo, de um lado pro outro no clitoris pequenino dela. Eu a segurava pela cintura de pouca curva, mas com uma cintura perfeita.

Então, quando ela ja estava molhada e as pernas tremulas, foi hora de eu me deitar, ela tirou a minha calça enquanto eu tirava a minha blusa e camisa, e ela caiu de boca no meu pau, foi chupando de pouco em pouco, devagarinho, tocando cada ponto com os dedos, e passando a lingua com delicadeza. E aquele rostinho delicioso me olhando nos olhos, nao sei como ela conseguia, com toda certeza, se os demonios estao na terra pra tirar os Homens do sério, aquela Angel era uma dessas succubus infernais, e a ironia é uma artimanha muito engraçada.

Não consegui comer a garota com uma força bruta que tenho com todas as prostitutas, achei este conto interessante de postar aqui porque, ela foi a unica prostituta no qual eu nao tive coragem de bater o pau na cara, ou de colocar os dedos no anus, nao, ela cavalgou em mim devagar, esfregando seu clitoris no pubis perfeitamente, sem presa, nós nos beijamos a todo instante, eu a penetrei da maneira que ela quis, a chupei da maneira que a fez delirar, a beijei como se fosse minha namorada (por uma noite).

Quando acabamos, e eu paguei por 3 horas com ela, nos beijamos, saimos do quarto e ela me disse que ja nao estava mais afim de trabalhar naquela noite, fomos em um Bar proximo ao distrito Vermelho para tomar um vinho, posso até dizer que ela foi minha namorada por um dia. Nao por termos trepado, mas foi pela delicadeza e Paixão que tivemos um com o outro.
 
Support : Copyright © 2015. PUTAS ESPERANDO O COMEDOR - All Rights Reserved